quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

SAIA DA MASMORRA - JANEIRO/2015 - REPORT DO EVENTO

Olá amiguinhos!


Tivemos no último dia 10.01 a primeira edição de nosso amado evento lúdico de 2015, e começamos o ano com pé direito, e o evento transbordando gente! Gostaria de inicialmente agradecer aos narradores que honraram o compromisso, e por isso pudemos fazer um evento tão bacana!

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

SAIA DA MASMORRA - JANEIRO/2014 - PREVISÃO DAS MESAS

Olá Amiguinhos!

O Saia da Masmorra tem o prazer de convidá-los para nosso primeiro evento lúdico de 2015, e teremos muitas atrações maneiras entre boardgames e mesas de RPG, a partir das 13:00h.

Começamos informando que no dia 10.01.2015, como divulgado durante o mês, teremos o beta teste do RPG da HQ Beladona, de Ana Recalde, que foi financiado pelo Catarse juntamente com a e edição de luxo do Web Comic. E também, teremos Tagmar com Marcelo Rodrigues, autor do jogo, e novamente o pessoal da New Order levando Numenéra e Yggdrasill para quem ainda não conhece os cenários, se deleitar.

Além disso, teremos mesas extras de outros sistemas, como sempre. Então, vamos as nossas mesas previstas:

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Star Wars: Tudo o que Você Sabe Sobre a Saga Pode Ser Marketing

Estava eu lendo "Splinter´s Eye Mind", um livro de 1978 de Alen Foster (autor da novelização de "Alien" e o ghost Rither da novelização de "A New Hope" - vulgo, um cara que manja dos paranauês - quando me veio uma idéia antiga:

Afinal, até onde podemos confiar no que foi criado em cima da mitologia de SW?

Depois de G.L. ter tentado modificar coisas meio básicas e obvias como o tiroteio na Cantina, e de ter promovido o fiasco que foi a trilogia I II e III, muito do que ele diz ficou meio sob suspeita.

Algumas coisas tinha até esquecido que duvidava, como a paternidade de Luke, mas que faz sentido sob a luz da psicanálise, então acreditei.

Outras, como Leia ser gêmea de Luke nunca engoli. Minha impressão é a de que ele tentou dar uma de escritor de novela das oito e repetir uma formula de "parentesco surpresa" no 3o. filme.

Antes de tudo, cliquem no "dramatic Solo", por gentileza:

Dramatic Han Solo

Ok, agora vamos prosseguir:

Leia era, afinal, mesmo irmão de Luke?

Tipo é muita tensão sexual e muita troca de babinhas para eu acreditar nisso. Sempre achei esquisito e meio pervertido. E a resposta é... noap!

Lá pelo meio do caminho George Lucas sacou uma irmã gêmea de Luke. E seu nome era Nellith. Treinada na força em separado do irmão, ela era a verdadeira outra jedi ctada ao fim de Império Contra-ataca ou no começo de Retorno de Jedi (não lembro) em uma conversa entre Yoda e Ben Kenobi.

Com isso, camaradinhas, todo aquele papinho de "Eu Sempre Soube" é balela dos roteiristas. Nem eles sabiam ao certo.
Titio George adora falar que esse era o plano, para confundir os expectadores, mas não é bem assim, de acordo com roteiros.

Afinal, quantos eram os episódios? 9?
Nananina. Eram 12. Alias, a coisa é meio confusa. O episódio 4 passou por inúmeras mudanças e capítulos antes e depois foram repensados com o tempo.

A saga chegou a ter 12 capítulos pensados. Ou quase. As guerras clônicas, por sinal estavam ali.

Os Clones eram Aliados?
Não encontrei fontes sobre isso, mas vai aqui um chute do titio Brega: Não, não eram.
Até porque na época que a saga foi bolada, Clones eram "dopplegangers" totalmente do mal. Vide a saga original dos clones do Homem-aranha, de poucos anos antes de Star Wars ir pela primeira vez para os cinemas.

Na trilogia do "Herdeiros do Império", uma das poucas coisas a citar no Universo Expandido as guerras, a impressão é que os inimigos eram os "barões da Clonagem" e não a Federação Separatista (o que teria dado uma trilogia mais legal, eu acho).

Vader era Pai de Luke?
Ahá... rufem os tambores... e não, não não.
Parece que isso também foi inventado durante  o roteiro de "Império".

Vader era mesmo o assassino, não metaforicamente, do pai de Luke. (vide links abaixo).
Em uma das versões do roteiro Luke fala com o Pai e ele o alerta sobre Vader.

Nesse caso, bola dentro do Jorginho. Ficou bem mais interessante o roteiro assim, vamos admitir.

Mas ...mas... Brega, porque você fez isso? Snif!
Simples. Temos uma trilogia nova para o final de 2015. Pode ser boa, pode ser uma bomba. Mas depois da maioria dos fãs cair feito um ´patinho na fábula do marketing dos episódios I II e III (Eu cai só no primeiro), vamos e venhamos, sabermos que esse tipo de "Storytelling" (termo aplicado para industrias que inventam histórias bonitinhas e fantasiosas sobre seus produtos), cai bem um pouco de atenção.

Se o filme for bom, meus respeitos à Disney; Mas se for ruim não é melhor a gente poder falar isso com franqueza? Tipo, quantos aqui viram Hobbit 2 e acharam "passável" antes de se emputecerem com o terceiro? quantos compraram filmes, bonés, camisetas na empolgação de um Episodio II para depois se dar conta que foi no embalo da empolgação?

Pois é, nerdaiada, empolgação é bacana, mas sai meio caro.

Sejamos críticos sem sermos fanboys fanáticos, mas a melhor forma de se fazer isso é tomando cuidado com as historias que vamos ouvir e nos prendendo ao filme ser ou não legal para cada um de nós.

Links para quem quiser:
1) http://www.secrethistoryofstarwars.com/completehistoryofthesequeltrilogy.html
2) http://secrethistoryofstarwars.com/sisterthatneverwas.html
3) http://boards.theforce.net/threads/did-lucas-know-darth-was-lukes-father-in-anh.50009206/

Ou acompanhe nossa discussão na comunidade do Facebook:
Star Wars D6 (West End) Brasil


Abraços e espero não ter deixado nenhum marmanjo chorando.

Brega.

PS: HAN ATIRA PRIMEIRO!

sábado, 3 de janeiro de 2015

Connie, The Barbarian

Antes que me perguntem, não, eu não sei se é esse o nome dessa guria, e sim, acho que possivelmente o video é uma atuação. Ainda assim, divertidissimo. ele se chama (uau) "

Let's get crazy for New Years".


Se não assistiu, assista já (7 segundinhos)


E, como ando idiota, segue um novo "desmotivacional" antes que mais gente o faça:


Ps: Sim, voltamos a falar de jogos em breve, mas dá um tempo que 2015 mal começou, ccambada!
Braços e bom ano novo.